Como Ensinar a Criança a Resolver Seus Problemas


Você acha um pouco desafiador saber exatamente quando você deve ajudar seu filho com um problema, e quando deve deixá-lo resolver problemas por conta própria?


Todos nós queremos o melhor para nossos filhos, mas em nosso desejo de ajudar, podemos nos meter muito mais do que deveríamos, e acabar resolvendo por eles problemas que na verdade eles deveriam resolver por conta própria.


A maioria de nós, pais, age assim em uma tentativa bem intencionada de proteger as crianças de erros ou estresse, mas os efeitos podem ser devastadores.



Você é super protetor?


Claro que a intenção de pais protetores é a melhor possível, mas precisamos ficar atentos para o fato de que, se consertamos tudo para nossos filhos o tempo todo, estaremos tirando deles toda sua capacidade de se defender e resolver os próprios problemas.


As crianças que têm pais super protetores são muito mais ansiosas quando se deparam com um problema, e apresentam maior dificuldade de controle emocional.


Filhos muito protegidos ficam sem chão quando algo não vai a sua maneira porque, sem querer, os pais removeram sua capacidade de lidar sozinho com experiências adversas.



Por que é importante deixar a criança resolver seus próprios problemas?



1. Resolver problemas prepara a criança para a vida


Se uma criança nunca aprende a andar porque ela é carregada o tempo todo, ela nunca vai aprender a saltar, subir escadas ou andar de bicicleta.


Se uma criança de 3 anos não aprender a resolver problemas de crianças de 3 anos, ela não estará preparada para lidar com problemas nem aos 6 nem aos 10 anos.


Da mesma forma, se jovens não são capazes de encontrar soluções para problemas na adolescência, porque o pai ou a mãe sempre os tira de situações difíceis, eles terão sérios problemas para enfrentar qualquer desafio como adultos.


Segundo pesquisas de comportamento, se você não ensinar as crianças a resolver seus próprios problemas, você aumentará os riscos de seu filho abusar de drogas e álcool quando for adulto, e ainda estar morando com você aos 40 anos.



2. Aprender a resolver problemas promove independência


As crianças irão crescer e terão de conseguir um emprego, pagar contas, cuidar da sua família, se manter saudáveis e felizes.


Estas são algumas das situações que qualquer adulto vai lidar com mais facilidade se desde pequeno ele tiver aprendido a resolver seus problemas por conta própria.


Ao ensinar seu filho a resolver seus próprios problemas, você estará preparando-o para ser independente. Ele será muito mais capaz de se dar bem no mundo sem depender de você ou de sua constante orientação.



3. Resolver problemas ajuda a criança a aprender a refletir, procurar soluções e medir consequências


A forma como a criança vai se dar bem na vida está muito relacionada com sua habilidade de resolver problemas. Aprender a refletir e medir consequências é algo que beneficiará todas as suas relações pessoais e profissionais.



4. Ao encontrar suas próprias soluções, as crianças ganham autoconfiança e autoestima


Todos nós podemos nos lembrar do sentimento de orgulho e alívio no momento em que finalmente conseguimos resolver e superar um problema.


Quando a criança aprende coisas novas, realiza coisas sozinha com sucesso, e resolve seus próprios problemas, ela sente orgulho de si própria, gosta mais de si mesma, e aumenta a própria convicção de que é capaz de fazer bem o que for preciso.




14 Formas de Ajudar as Crianças a Resolver Seus Próprios Problemas


1. Primeiro, Ajude a Criança a Entender e Controlar Suas Emoções


É difícil pensar claramente quando você está muito irritado ou frustrado. As crianças e jovens só serão capazes de encontrar soluções viáveis para resolver o problema que os incomoda quando forem capazes de, primeiro, entender e regular suas emoções.



2. Explique Para Seu Filho as 5 Etapas da Resolução de um Problema


Fale para seu filho que para resolvermos qualquer problema precisamos:


A. Definir o Problema

O que exatamente ele quer resolver? É importante ele focar no problema em si, e não nos sintomas. Além de definir o problema, ele também deve estabelecer claramente o objetivo que deseja alcançar.


B. Pensar em Possíveis Soluções

Aqui ele deve usar todo o seu pensamento criativo para gerar ideias que sejam possíveis soluções. Quais seriam as melhores maneiras de resolver o problema? O objetivo é criar uma lista de soluções. Quanto mais difícil for o problema, em mais soluções ele deve pensar.


C. Avaliar as Soluções e Escolher Uma

A solução ideal é: eficaz (vai cumprir o objetivo), eficiente (é acessível) e tem o menor número de efeitos colaterais (consequências negativas a curto e longo prazo).


D. Implementar a Solução

Agora é só colocar em prática a solução. Lembrando que implementar uma solução requer planejamento e determinação.


E. Monitorar o Resultado

Aqui ele deve ficar atento para ver se resolveu o problema com êxito. Se resolveu, ótimo, se não resolveu ele deve escolher uma outra opção. É importante rever o que funcionou, o que não funcionou e o impacto que a solução teve. Monitorar o resultado também ajuda a melhorar as habilidades de resolução de problemas a longo prazo.



3. Guie a Criança Para a Solução Fazendo Perguntas Pertinentes


Quando você detectar que seu filho está tentando resolver um problema, faça perguntas que o ajude a definir melhor o próprio problema e a encontrar possíveis soluções.


Ofereça o apoio necessário para incentivar o processo de pensamento lógico. Se o seu filho parecer empacado para resolver um problema, faça perguntas que ajude-o a chegar em ideias e soluções.



4. Oriente a Criança a Dividir o Problema em Partes


Modular um problema, e achar soluções por partes, pode ajudar a fazer o problema não parecer tão avassalador.


Quando as crianças estão com um problema, em vez de ficarem chateadas apenas com o problema, elas ficam chateadas com tudo.


Ajude a criança a diminuir a visão exagerada ( e normalmente imprecisa) que ela tem do problema para o verdadeiro gatilho que fez a situação acontecer.


Ao dimensionar o problema, a criança pode ficar mais objetiva sobre as consequências da situação e soluções para enfrentá-la.


Ensine sua filha ou filho a reduzir o problema até sua origem. Faça perguntas como, "O que aconteceu exatamente que fez você começar se sentir desta maneira? Existe algo que esteja incomodando você demais nessa situação?"



5. Incentive o Pensamento Criativo


As soluções vêm de ideias. Quanto mais ideias, mais opções de solução.

Para gerar ideias, as crianças precisam aprender a pensar criativamente. Encorajar o pensamento criativo na vida diária irá ajudar as crianças a desenvolver habilidades de resolução de problemas.



6. Brinque com Jogos Educativos que Ativam Habilidades para Solução de Problemas


Nos jogos as crianças são "solucionadoras" naturais de problemas . Elas interagem e participam da tomada de decisões. Os jogos oferecem inúmeras oportunidades para que as crianças cresçam em suas habilidades pessoais.


Para desenvolver a capacidade da criança de resolver problemas, incentive-as a brincar com jogos que fortalecem a criatividade, o pensamento crítico, e a capacidade de tomada de decisão.



7. Ensine Empatia Para a Criança


Muitas vezes os maiores problemas que uma criança enfrenta é no seu relacionamento com outras crianças. Principalmente na hora de integrar e harmonizar os desejos da outra criança em relação aos seus próprios.


Quando a criança aprende sobre empatia, ela compreende a importância de saber se colocar no lugar do outro.


Então, quando ela estiver em uma situação com outra criança, onde cada uma quer uma coisa diferente, ela terá a capacidade de entender que suas emoções não são os únicos sentimentos envolvidos na situação.


Dessa forma ela terá mais capacidade de fazer escolhas respeitando a necessidade do outro também, e não só a sua.



8. Ajude a Criança a se Preparar Para Conversas Difíceis na Hora de Resolver Problemas


Ao ajudar seu filho a se preparar para uma conversa difícil, use técnicas de encenação teatral. Fale com seu filho sobre a conversa que ela precisará ter e deixe a criança pensar e ensaiar o que dizer.


Depois encene a situação com ele, fazendo o papel da pessoa com a qual ele irá conversar.



9. Dê Livros que Abordam Problemas - e Soluções!


Quando a criança e o jovem exploram o mundo por meio da literatura, eles naturalmente se identificam com os pensamentos e emoções de alguns personagens.


Esta exploração literária ajuda-os a compreender melhor as sutilezas do mundo, e a desenvolver habilidades pessoais a partir de valores e virtudes que eles vivenciam por meio das histórias.



10. Para Prevenir Problemas, Fale sobre as Regras e Limites da Vida


Melhor do que resolver um problema, é não ter que chegar a ele. Na verdade, prevenir um problema de acontecer é a melhor forma de lidar com ele!


Crianças e jovens precisam aprender sobre limites, como parte fundamental da prevenção de problemas. E regras precisam ser bem estabelecidas, senão como eles poderão segui-las?


Para que tudo funcione bem, é importante que você seja consistente no estabelecimento de regras e limites, para que a criança e o jovem respeitem as regras e os limites definidos.

Explique bem para a criança, desde cedo, sobre o que é e o que não é permitido nas atitudes e interações sociais. Ensine sobre valores e virtudes, caráter e comportamento ético.


Dessa forma, com certeza, ela se meterá em muito menos problemas na vida.



11. Ensine a Criança a Lidar Positivamente com o Erro


Por exemplo, se seu filho está empilhando blocos e você vê que a construção vai cair pois ele não está equilibrando bem os blocos, deixe que ele continue até a construção cair.

Aí então aproveite a deixa para ensiná-lo sobre o equilíbrio, a necessidade de colocar os blocos um bem em cima do outro.


Quando a criança aprende a partir do erro, ela usa raciocínio analítico, pensamento lógico e habilidades de superação - três competências preciosas para a resolução de problemas.

Ensine para seu filho que o erro é uma grande ferramenta de aprendizagem. O sucesso é sobre a perseverança, e os erros são muitas vezes os degraus. Vincule erros com coragem ao invés de constrangimento.


Aqui você poderá conhecer 11 Estratégias Para Ajudar a Criança a Aprender Com os Erros.



12. Dê o Tempo Necessário Para a Criança Perseverar


Se uma criança está ficando frustrada, por exemplo, com um quebra-cabeça, não vá e mostre como fazer. Diga para a criança parar, descansar um pouco, e retomar depois.


Para aprender habilidades de resolução de problemas, as crianças precisam desenvolver habilidades de persistência e pensamento lógico. E isso não tem como acontecer se nós corrigimos ou finalizamos tudo para eles.



13. Interfira Estrategicamente


Quando nossos filhos estão tendo alguma dificuldade, é difícil não intervir - todos nós queremos ajudá-los.


Mas a verdade é que um pouco de frustração (mas não muita) pode ser uma boa motivação para a criança desenvolver a independência e confiança necessária para resolver um problema.


Tudo o que você precisa fazer é deixar seu filho tentar resolver sozinho, e só intervir se você perceber que o nível de frustração está ficando alto demais.


Tudo o que você precisa fazer é deixar seu filho tentar resolver sozinho, e só intervir se você perceber que o nível de frustração está ficando alto demais.



14. Fortaleça a Autoconfiança da Criança


Muitas vezes é um hábito para a criança vir diretamente pedir ajuda para você quando surge algum problema, antes mesmo de tentar resolvê-lo.


Se você sabe que seu filho é capaz de resolver sozinho o problema que ele está levando até você , explique que você tem confiança na capacidade dele de resolver o problema sozinho.


Estimule-o a pensar até encontrar uma solução viável. Fortaleça a autoconfiança do seu filho assegurando que você tem certeza que ele pode lidar com o problema por conta própria.


Este material está protegido pela Lei 9.610 de Direitos Autorais. A reprodução desse conteúdo em sites, blogs, jornais ou qualquer veículo de distribuição e mídia só poderá ser feita mediante prévia autorização do IASEA. 

  • White Facebook Icon
icon location.PNG