17 Maneiras de Ensinar Gratidão



A família que nutre a gratidão educa crianças mais gentis e cria entre si relacionamentos mais fortes, mais positivos e felizes.


Não são muito mais educadas e agradáveis de se ter por perto aquelas crianças que reconhecem que brinquedos, roupas e conforto não vem do nada?


Você está cansado de ver seu filho ou filha tendo atitudes egoístas e egocentradas? As crianças são naturalmente individualistas, mas a boa notícia é que a gratidão pode ser ensinada!


Ensinar as crianças a dizer "obrigado" é muito importante, mas incutir um sentimento de gratidão nelas é uma questão inteiramente diferente.


A gratidão vai além de boas maneiras - é um padrão mental e um estilo de vida. Diga regularmente para as crianças que:


A gratidão envolve estarmos cientes de quem, ou o que,

torna possível os aspectos positivos de nossas vidas, e reconhecer isso.


Quando as crianças aprendem a pensar nesses termos, elas ficam menos aptas a fazer demandas egoístas e egocêntricas.



Os Benefícios da Gratidão


São inúmeros os benefícios da gratidão. Quando as crianças e os jovens realmente começam a apreciar o que eles têm, em vez de se concentrar no que eles gostariam de ter, nasce um novo padrão mental que afeta positivamente várias áreas da vida.


As pessoas gratas apresentam níveis mais elevados de felicidade e otimismo, são mais positivas, têm mais energia e até dormem melhor.


A Arte da Apreciação - Como Ensinar Gratidão Para a Criança


Você quer sinceramente que a criança seja realmente grata pelo que ela tem. Então, como ensinar gratidão na prática do dia a dia?



1. Converse com a Criança Sobre a Gratidão


Para fazer isso de uma forma simples, fale regularmente para sua filha ou seu filho sobre as melhores coisas que aconteceram no seu dia. E não precisa ser nada grandioso, a ideia é mostrar o valor das pequenas boas coisas do dia a dia.


Incentive que a criança faça o mesmo, pergunte diariamente: "Qual foi a melhor parte do seu dia hoje?"


Encontre algum tempo toda semana para falar sobre as coisas pelas quais você é agradecido, e estimule que ela faça o mesmo.



2. Seja uma Mãe / Pai Grato


Um exercício de valor inestimável é dizer aos nossos filhos o quanto estamos gratos por tê-los, que eles são nosso maior motivo de gratidão!


Sempre que eles fizerem qualquer coisa que nos dê uma oportunidade coerente, devemos dizer o quanto os amamos, e que estamos gratos além das palavras pelo seu amor, seus sorrisos, seu bom comportamento, sua felicidade, e muito mais.


Quando dizemos para um filho o que o torna tão especial para nós, estamos impulsionando sua autoestima pelas razões certas (e não porque ele tem o smartphone mais recente ou porque está vestido super bem).


Esse nosso exemplo mostra que a gratidão se estende muito além das coisas materiais.



3. Conduza Pelo Exemplo


As verdadeiras virtudes e valores que nossos filhos levam para a vida são aqueles que eles nos viram fazendo, que aprenderam na prática.


No dia a dia há inúmeras oportunidades para ensinarmos gratidão - por exemplo, agradecendo um garçom no restaurante, o caixa no supermercado, o porteiro que abriu a porta.


Quando nossos filhos nos veem expressando sinceros agradecimentos o tempo todo, eles ficam mais inclinados a fazer o mesmo.


Encoraje as crianças a dizer "obrigado" como parte de uma frase completa, por exemplo, "Obrigado, mamãe, por fazer o jantar." Incentive as crianças, principalmente em idade escolar, a agradecer sempre que alguém fizer algo por ela.



4. Cinco Agradecimentos Diários por Uma Semana


Por uma semana, diga para o seu filho que vocês farão uma brincadeira: ao final de todo dia você dirá para ele 5 coisas pelas quais você é agradecido e ele terá que fazer o mesmo.


Em um estudo da Universidade de Hofstra nos EUA sobre gratidão com adolescentes, 221 alunos do sexto e sétimo ano tiveram que escrever cinco coisas que eles eram gratos, todos os dias, durante duas semanas.


Na terceira semana esses alunos foram entrevistados e demonstraram uma visão melhor sobre a escola e família, e maior satisfação com a vida em comparação com jovens que passaram as mesmas duas semanas fazendo uma lista diária de cinco aborrecimentos.



5. Brinque com Jogos que Ensinam a Gratidão


Os jogos são uma poderosa ferramenta para ensinar habilidades socioemocionais e virtudes para crianças e jovens.


Uma brincadeira fácil que meus filhos adoram: a qualquer momento do dia, eu de repente olho para eles e falo sorrindo, com os olhos cheios de interesse: " A Melhor Coisa!!"


Aí eles sabem que têm que me responder o mais rápido possível qual foi a melhor coisa que aconteceu com eles nas últimas 24 horas.




6. Presenteie Seu Filho com Livros Sobre Gratidão


Incentivar a leitura e ensinar valores ao mesmo tempo é um grande estímulo que você pode dar para a inteligência emocional e cognitiva dos seus filhos.


Os livros infantis sobre gratidão mostram o valor das coisas simples do dia a dia, e como é bom sermos gratos por elas.


Há tantos livros maravilhosas sobre gratidão, e para todas as idades. Para as crianças, um dos nossos favoritos é O Livro da Gratidão, do Todd Parr. O livro tem muito bom humor, e desenhos lindos.



7. Leve-os a Um Ambiente Onde Exista a Escassez


Quando eu era menina, no Natal meu pai não fazia apenas eu e meus irmãos juntarmos todas as roupas e brinquedos que não usávamos para doar. Ele colocava nós quatro no carro e nos levava a orfanatos, ou a alguma igreja que estivesse recebendo doações em comunidades de baixa renda.


Passávamos algum tempo nesses orfanatos, ou comunidades, ajudando a distribuir os presentes. Essas experiências me ensinaram muito.


Levar a criança para conhecer lugares onde a escassez esteja presente, seja de dinheiro, ou pior, de amor, pode ser uma experiência inesquecível e transformadora.


Pode ser um orfanato, ou um abrigo. Aqui você pode encontrar uma lista de orfanatos e abrigos em todo o Brasil.Procure um na sua cidade e faça uma visita com seus filhos, levando alguma doação.


A visita a esses lugares abre os olhos e o coração da criança e do jovem para tudo o que eles têm, e isso ajuda a construir a gratidão. Uma criança que vê a realidade de um orfanato vai imediatamente dar muito mais valor a seus pais, e sua vida em geral.


De acordo com estudos, a gratidão é melhor compreendida e cultivada em condições de escassez.



8. Incentive a Generosidade, Encoraje Seus Filhos a Doar


O velho ditado "É melhor dar do que receber" é famoso por uma razão. Incentive-os a doar, sejam coisas materiais, ou algo melhor ainda: o seu tempo.


Nessas visitas a orfanatos com meu pai, eu acabei me voluntariando para trabalhar em um, quando eu tinha 14 anos. Era um orfanato no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. Eu ia toda quarta-feira à tarde, das 13 às 16 horas.


Por uma hora eu pregava botões em roupas que uma senhora costurava para as crianças. Depois eu ajudava uma professora com atividades de recreação. Fui voluntária por 2 anos, e isso teve uma grande influência na minha formação e na minha vida.


Incentive a generosidade no seu filho, incentive principalmente os adolescentes a fazer algum trabalho voluntário. Quando as crianças e os jovens dão seu tempo e energia para ajudar os outros, eles passam a valorizar muito mais tudo de bom que têm na vida.



9. Crie um Hábito Novo na Sua Casa: o Momento da Gratidão


Crie um hábito novo na sua casa: no último domingo de todo mês, antes do almoço, sente com sua família para o Momento da Gratidão.


Nesse momento cada membro da família deve listar e compartilhar tudo o que aconteceu no mês que o fez se sentir grato. As crianças podem até ter um caderninho onde vão anotando suas gratidões durante o mês.


A lista pode incluir um amigo novo que fez, um elogio que recebeu, uma nota boa em um teste, o que for. Esta tradição mensal é uma poderosa ferramenta para ajudar a desenvolver um estado de espírito positivo na sua família.


Você pode até fazer uma brincadeira: quem tiver mais momentos de gratidão, ou um momento que foi muito especial e tocou todo mundo, ganha a Medalha da Semana! A medalha pode ser simbólica, é só uma ideia que vocês podem desenvolver.


Você sentirá logo que, quando todos começam a perceber e valorizar o bem em suas vidas, isso resulta em uma mudança rápida e significativa de atitude.


De vez em quando convide parentes ou amigos para participar do Momento da Gratidão. Dessa forma você dará a chance para seus filhos de que outras pessoas que também valorizam a gratidão compartilhem suas experiências com eles.


Tente fazer desse momento um ritual, e você verá como seus filhos se tornarão mais gratos e positivos no dia a dia.



10. Ensine a Criança a Tratar Todos Com Respeito e Dignidade


Quando ensinamos nossos filhos a tratar os outros com dignidade e respeito, eles apreciam mais as maneiras pelas quais essas pessoas contribuem e melhoram suas vidas.

Aprendendo sobre respeito e dignidade, eles serão menos propensos a achar que as pessoas os servem por algum tipo de obrigação.


Às vezes, damos mais ênfase em mostrar respeito pelos chefes, líderes espirituais e outras pessoas de alto perfil, enquanto esquecemos de estender a mesma cortesia aos outros, principalmente aos empregados.


Precisamos mostrar para nossos filhos a importância de tratar todos com respeito. Se queremos ser respeitados, precisamos respeitar. Se somos agradecidos a alguém que fez algo por nós, essa pessoa também será agradecida pelo nosso reconhecimento.


É crucial para nós, como pais, mostrarmos para nossos filhos a importância de tratar todas as pessoas com respeito, e dar a elas o valor que elas merecem. As pessoas desrespeitosas não sabem ser gratas.




11. Cartões de Gratidão


Lembra do Momento da Gratidão? Na última semana de todo mês, use esse momento para produzir Cartões de Gratidão. Cada um deve escolher apenas uma pessoa por mês, e escrever para ela um cartão agradecendo por alguma coisa.


Você pode comprar cartão postais, ou cartões em uma loja. Mas o melhor mesmo é comprar cartolina, para que cada um crie seu próprio cartão: fazendo desenhos, ou imprimindo e colando fotos.


Infelizmente, o envio de cartas e cartões escritos a mão é uma arte que está desaparecendo. Mas essa é realmente uma maneira perfeita de encorajar as crianças a expressar gratidão - e como um bônus adicional, fazer o dia do destinatário!


Encorajar as crianças a, uma vez por mês, escrever um cartão de agradecimento para alguém é uma forma linda de exercitar não só a gratidão, mas o amor.


O destinatário pode ser a vovó, o vovô, um tio ou tia, primos, algum amigo, a professora. Imagine a alegria dessa pessoa recebendo um cartão assim! Hoje em dia, por correio, só recebemos contas!


E claro que essa pessoa vai expressar imensa gratidão em retorno para a criança. A gratidão é um caminho de duas vias.



12. Resista ao Desejo de Dar Coisas Demais para a Criança


Moderação é um conceito muito útil aqui. É claro que queremos dar aos nossos filhos o melhor, coisas que os deixarão felizes. Mas se isso for feito excessivamente, isso irá torná-los ingratos e mimados.


Temos que manter em mente o seguinte: comprar para as crianças e adolescentes tudo o que eles quiserem, sempre que quiserem, dilui o impulso de gratidão. E isso com certeza não permitirá que eles aprendam a valorizar ou a respeitar suas posses.


"- Quanto mais lhe damos, menos ele aprecia", diz Ronaldo, pai do Guilherme, 11 anos. E isso é mesmo o que acontece.


A criança acaba tendo tantas coisas, que não apenas não aprecia uma coisa nova, como mantém sua atenção fixada em um novo objeto, mais recente e mais caro. É quase um vício.


Por isso, nunca dê ao seu filho tudo o que ele exige. Só o fato dele estar de alguma forma exigindo, já mostra o erro da situação. Comece a dar menos coisas, e ao mesmo tempo incentive-o a se sentir grato pelos itens que ele já têm.



13. Incentive Seu Filho a Economizar Para Participar Financeiramente da Compra de Algo que Ele Queira


Se você quiser criar um filho grato, ele precisa aprender a valorizar cada presente, cada centavo que ganha de você.


Uma boa forma para isso é fazer com que ele participe financeiramente na compra de algo que ele queira. Isso ensinará paciência e valor.


Incentive-o a economizar seu dinheiro e usá-lo com sabedoria. Encoraje que ele valorize o dinheiro e entenda que dinheiro é uma ferramenta, e não uma mercadoria.


Quando as crianças focam sua atenção em economizar para adquirir algo, elas ganham uma real compreensão do valor do dinheiro e do que elas querem.


Isso incentiva que as crianças apreciem mais o que têm, e dá a elas uma perspectiva mais realista sobre o que você e os outros fazem por elas.



14. Dê Presentes Experienciais Em Vez de Objetos Materiais


O aniversário do seu filho está chegando e ele já tem brinquedos demais, roupas demais? O que você acha de dar um presente especial, que construa experiências e relacionamentos, em vez de bens materiais?


Pense em dar de presente algo como, por exemplo, um programa de acampamento de final de semana.


Experiências como essas são transformadoras, principalmente para a criança ou adolescente que recebe tudo na mão e precisa desenvolver autoconfiança e independência.



15. Envolva a Criança em Algumas Tarefas Domésticas


Acontece com todos nós: você dá a seu filho uma tarefa, mas é muito agonizante vê-lo a) levar uma eternidade para limpar a mesa ou b) fazer uma confusão enorme misturando a massa para a panqueca.


A tentação é sempre intervir em vez de deixá-lo fazer sozinho. Mas quanto mais você faz por ele, menos ele aprecia seus esforços.


Ao participar de tarefas domésticas simples como alimentar o cão, lavar a louça ou colocar o lixo para fora, as crianças percebem como todas essas coisas exigem esforço.


Sem participar das tarefas domésticas, as crianças simplesmente não conseguem entender o que é preciso para administrar uma casa - eles acham que a roupa limpa e a comida caem do céu por meio das suas mãos.


Dar aos seus filhos tarefas domésticas adequadas para a idade deles, mesmo que de apenas 5 a 10 minutos por dia, irá aumentar não só a gratidão por tudo o que você faz, mas também a responsabilidade.



16. Evite Reclamar na Frente da Criança, e Explique Desde Cedo que Reclamar é um Atraso de Vida


As pessoas bem sucedidas, que têm alto desempenho, sabem que reclamar constantemente é um hábito perigoso e tóxico. Que o tempo que você perde reclamando, você deveria estar procurando soluções. A reclamação apenas reforça e fortalece a atitude negativa.


É da natureza humana ver o copo meio vazio de vez em quando, e todos nós reclamamos às vezes. Mas a atitude de gratidão é tentar sempre reverter essa perspectiva, e ver o copo meio cheio.


Reclamar pode ser tentador, mas no fundo no fundo, quando reclamamos demais, estamos apenas mergulhando lentamente na autopiedade e vitimização.


Como pais, precisamos nos lembrar de que é mais produtivo ensinar nossos filhos a serem resilientes e determinados, e ajudá-los a ver e a lidar com os problemas por uma perspectiva diferente, mais positiva e prolífica.


Imaginem como a vida seria diferente se todos nós adotássemos essa atitude, reclamássemos menos e passássemos essa atitude para nossos filhos!



17. Ensine as Crianças Sobre as Dificuldades do Passado


Para fortalecer a gratidão nos seus filhos, conte histórias de como era a vida por volta de 150 anos atrás, quando as casas não tinham nem eletricidade, nem água encanada.

Imagine com eles como era o dia a dia dessas pessoas sem esses luxos - que hoje em dia para nós é tão normal!


Conte para as crianças como as pessoas passavam fome, e perdiam suas casas durante as guerras. Bom, infelizmente isso ainda está acontecendo no mundo... Apresente para elas essa realidade.


Se seu filho sinceramente se sentir abençoado e agradecido por ter amor da família, uma casa e uma cama, comida na mesa e água corrente para tomar um banho quente, ele já entendeu sobre gratidão e as coisas mais importantes da vida!

Queridos Pais,


para ensinar gratidão para seu filho, seja paciente.

Não podemos esperar que a gratidão se desenvolva durante a noite - isso exige semanas, meses de dedicação. Mas o esforço valerá a pena!


Um abraço para todos!

Este material está protegido pela Lei 9.610 de Direitos Autorais. A reprodução desse conteúdo em sites, blogs, jornais ou qualquer veículo de distribuição e mídia só poderá ser feita mediante prévia autorização do IASEA. 

  • White Facebook Icon
icon location.PNG