8 Maneiras de Proteger a Criança da Negatividade



Como anular a negatividade e manter a positividade das crianças? Se o COVID-19, a violência nas ruas, as dificuldades financeiras têm impulsionado o nosso nervosismo ultimamente, imagine nossos filhos ouvindo sobre isso tudo.


Ou seja, se nós mesmos andamos um tanto assustados, como podemos acalmar e tranquilizar as crianças?


Parece que cada dia que passa precisamos aprender mais sobre como proteger nossos filhos dos perigos do mundo e de toda a negatividade associada a ele.

Então, o que fazer?



8 Maneiras de Proteger a Criança da Negatividade



1. Limite a Exposição da Criança Aos Meios de Comunicação de Massa


Atualmente o sangue anda pingando dos programas de notícia televisão. Infelizmente, uma das máximas do marketing to telejornalismo é que desgraça vende, terror dá ibope.


Às vezes deixamos nossos filhos pela sala na hora do jornal na televisão achando que ele não está prestando atenção, ou não está assimilando direito. Engano nosso, ele está.


É fundamental limitarmos a exposição dos nossos filhos a certos programas e a filmes de terror. O efeito dessas imagens pode afetar o comportamento e pensamento de nossos filhos de forma extremamente prejudicial.


Infelizmente, com tanto acontecendo, nós mesmos estamos banalizando o crime e o terror ( “ Ah, isso nem é notícia, acontece todo dia!" ). Precisamos ficar conscientes e filtrar as informações que chegam aos nossos filhos, principalmente levando em conta a idade deles.



2. Não Envolva a Criança em Dramas Adultos


Não exponha seus problemas mais sérios na frente de seus filhos. Não diga coisas negativas sobre outras pessoas na frente deles.


Não os envolva de forma alguma nos seus problemas de relacionamento. Não os trate como adultos, porque eles não são. Isso é algo que precisamos nos lembrar sempre, seriamente.

Seus problemas com seu marido / esposa, devem ficar entre vocês.



3. Não Permita que a Criança Use Palavrões e Xingamentos


Todos nós que trabalhamos com educação e psicoterapia infantil temos ouvido de professores e terapeutas que as crianças têm usado cada vez mais e mais constantemente palavrões, e linguagem humilhante e ofensiva.


Não seja compassivo, não permita que seu filho use palavrões ou palavras desrespeitosas em casa. Se ele fizer isso em casa, sem consequências, na rua e na escola será 10 vezes pior.



4. Ensine a Verdade


As crianças mentem e isso é fato. Não que elas tenham mau caráter, ou defeitos de personalidade. Elas mentem para evitar um castigo, para negar algo que fizeram, para ganhar alguma coisa.


As crianças pequenas muitas vezes mentem porque na cabeça delas elas estão apenas “inventando coisas”. Elas ainda vivem muito entre o mundo real e o da imaginação.


Mas é necessário, desde cedo, explicar para as crianças que a mentira sempre traz problemas - para nós e para os outros. Eduque uma criança que valorize a honestidade.


As pessoas que mentem muito criam uma infinidade de problemas para ou outros e para si próprias, principalmente na idade adulta, e normalmente acabam sozinhas. Guie seu filho para que ele sempre fale a verdade.



5. Viva Generosamente e Ensine a Criança a Fazer o Mesmo


Um coração generoso e altruísta planta e colhe o bem. Envolva seus filhos em um ambiente de cooperação mútua, comportamento altruísta e uma preocupação com outras vidas: das pessoas, dos animais, das plantas e da própria Terra.


Ensine-os a serem respeitosos, a considerar a necessidade dos outros, a serem cooperativos e generosos. E o seu próprio exemplo é o melhor caminho para isso.



6. Escolha Cuidadosamente as Pessoas que Têm Acesso aos Seus Filhos


Nunca deixe seus filhos com alguém que você não conhece muito bem, e não deixe-os sozinhos na presença de pessoas que sejam profundamente negativas.



7. Exponha a Criança à Natureza o Máximo Possível


Tire-os de casa, de seus quartos, e leve-os para atividades ao ar livre. Leve-os para praia, parques, caminhadas, passeios de bicicletas. Ache um lugar especial e monte um verdadeiro piquenique para eles!


Leve-os sempre que possível para atividades ao ar livre - e sem celulares em suas mãos. Leve seus filhos para estar em contato com a natureza em toda chance que você tiver.



8. Amor, Amor, Amor!


Esta é a primeira e última regra para afastar toda a negatividade. Mostre aos seus filhos muito amor e mostre a eles como amar em troca. Seja solidário, nunca abusivo. Nunca mostre desrespeito.


Não importa o quão estressado, ou chateado, ou preocupado você possa estar. Ao olhar para o seu filho você deve sempre lembrá-lo da única coisa que é realmente importante neste mundo: o amor.


Este material está protegido pela Lei 9.610 de Direitos Autorais. A reprodução desse conteúdo em sites, blogs, jornais ou qualquer veículo de distribuição e mídia só poderá ser feita mediante prévia autorização do IASEA. 

  • White Facebook Icon
icon location.PNG